Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Unfiltered

Unfiltered

14
Jun21

O Fim de uma Etapa

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Hoje irei falar sobre um assunto mais delicado/sentimental visto que que o tema de hoje irá ser o final do meu ensino secundário.

Devo confessar que já há muito tempo que só pensava no fim do secundário e por um lado estou muito feliz por esta etapa estar a acabar mas por outro lado penso em todas os momentos que já vivi naquele lugar e começo a ficar com saudades.

 Hoje entro na última semana do secundário e ainda não estou em mim que já vai acabar. Parece que ainda há pouco tempo estava a entrar para o 10º ano, a conhecer novas pessoas que mudaram a minha vida, umas para melhor outras para pior, e das quais eu não me vou esquecer.  

Assim que acabarmos o secundário irão começar as preocupações pois muitos de nós não sabem se vão para o ensino superior , se vão trabalhar ou se vão tirar outros tipos de cursos.

Uma pessoas até pode pensar que pronto vamos começar a universidade são mais anos a estudar mas as responsabilidades aumentam imenso de um momento para o outro, porque uma pessoa vai viver sozinha ou com amigos mas tem de ter a responsabilidade de pagar as contas a tempo, de ter horários sem que ninguém o esteja a avisar, entre muitas outras coisas.

Na minha opinião esta etapa deve ser uma das etapas onde uma pessoa mais nota a diferença e onde ganha mais maturidade.

De uma coisa eu tenho a certeza, é de que vou aproveitar este verão com os meus amigos ao máximo na medida do possível pois, a partir do final deste verão a nossa vida nunca mais vai voltar a ser a mesma, uma vez que a grande maioria das vezes as pessoas acabam por se separar quando vão para a universidade devido ao facto de irem para universidades em diferentes pontos do país e assim acabam por não se encontrarem tantas vezes.

Devo dizer que escrever o “Unfiltered” foi uma experiência muito gratificante para mim, ajudando-me a expressar alguns dos meus pontos de vistas e a partilhar algumas das minhas preferências com vocês.

unnamed.jpg

 

14
Jun21

Um Futuro Perfeito

Catarina Monteiro

 Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. No dia de Hoje irei falar sobre o que eu gostaria de ser e fazer quando fosse maior. Estou neste momento a acabar o secundário e uma das coisas que eu estabeleci no início do meu 12º ano é que iria para gestão.

No 10º ano nunca me passaria ir para gestão principalmente pelo facto de eu andar no Curso Cientifico-humanístico de Línguas e Humanidades. Entretanto durante o 10º e 11º ano passaram-me vários cursos pela cabeça como por exemplo: jornalismo, comunicação, relações internacionais, marketing entre outros que eram relacionados com o curso que eu frequento no entanto acabei por escolher um caminho totalmente oposto.

Tudo bem que tive matemática aplicada às ciências sociais mas obviamente que não é a mesma coisa que andar em Economia ou em Científico com matemática A.

Ainda não sei propriamente para que universidade irei mas pelo menos o curso já está decidido. Escolhi ir para gestão porque quando fui ver as cadeiras relacionadas com essa área senti-me “confortável” por assim dizer porque sei que é algo que eu gosto e que eu me consigo desenrascar facilmente.

Um dos meu grandes sonhos a nível profissional é poder gerir a minha própria cadeia de hotéis de luxo, obviamente que é um trabalho árduo até chegar lá no entanto mesmo que nunca chegue a realizar o meu sonho acho que não me vejo a fazer outra coisar sem ser ligada à área de gestão.

transferir (1).jpg

 

13
Jun21

O Melhor do Cinema

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Já falei aqui sobre música, livros e este post vai ser sobre alguns dos filmes e séries que eu pessoalmente gostei bastante e que já os vi vezes e vezes sem conta. Uma coisa que eu acho piada é que os meus gostos vão mudando de livros para séries para filmes. No que diz respeito aos livros gosto mais de livros sobre romance, nos filmes e séries prefiro de ação, suspense e drama.

Começando pelas séries irei vos falar de uma séries The Vampires Diaries e The Originals e referir muito rapidamente Legacies. Bom primeiro The Vampires Diaries deve ser provavelmente a minha série preferida. Esta série é sobre a vida de um vampiro chamado Stefan Salvatore que tem 171 anos. A maior parte das pessoas pensam que o principal tema da série é o triangulo amoroso que existe entre o Stefan, a Elena (humana de 17 anos) e o Damon (vampiro, irmão do Stefan, de 179 anos). A série tem cerca de 8 temporadas com diversos inimigos para enfrentar e uma história surpreendente por detrás de tudo. A série teve tanta fama que acabou por ganhar dois spin-off’s.

O 1º, The Originals que se trata de um híbrido(metade vampiro metade lobisomem), chamado Klaus Mikaelson que teve uma filha Tríbida(Vampiro, lobisomem e bruxa), chamada Hope com Hayley Marshall (lobisomem). Esta chama-se Originals por causa de se tratar da família original de vampiros ou seja, a primeira família de vampiros do mundo. O 2º, Legacies é sobre o desenvolvimento de Hope Andrea Mikaelson, a filha de Klaus, e da sua vida com os outros descendentes dos outros personagens.

No que diz respeito a filmes um dos meus filmes preferido e que eu recomendo bastante é Baywatch: Marés vivas. Este filme trata-se de um ex-atleta olímpico Matt Brody que se quer juntar à equipa de salva-vidas de elite liderada por Mitch Buchannon. Quando as drogas e o suspeito dono de um resort ameaçam a baía, Mitch e Matt precisam colocar suas diferenças de lado e entrar em ação para salvar a baía.

tvd to tl.png

 

12
Jun21

As tecnologias e as gerações

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Bem hoje vou falar sobre o efeito das tecnologias nas diferentes gerações.

Nos dias de hoje nós conseguimos ver muito bem as diferenças entre as várias gerações que existem. Deste modo, podemos classificar as seguintes gerações. Temos: os Baby Boomers(1945 até meados de 1960), a geração X(1960 até inícios de 1980), a geração y ou os Milennials(1980 até meados de 1990), a geração z(1990 até 2009) e por último a geração Alfha(nascidos a partir de 2010).

De certa forma podemos ver que entre estas gerações houveram mudanças pois antigamente havia muito mais convívio entre as pessoas, brincavam mais umas com as outras, faziam outras atividades como ler, jogar jogos de tabuleiro ou fazer diversos tipos de desportos.

No entanto, atualmente as pessoas passam a vida a ver filmes/séries, no telemóvel nas redes sociais, não convivem uns com os outros, começam desde cedo com tablets, telemóveis entre outras coisas.

Posso dar o exemplo do meu primo Simão que tem apenas 7 anos e que já tem uma telemóvel e um tablet. É certo que as tecnologias podem trazer vantagens e desvantagens. Vantagens essas como exemplo:  o acesso mais rápido e mais fácil a informação, podendo aprender sobre vários temas (adquirirem mais conhecimento) e com mais entretenimento variado.

Ainda há pouco tempo saiu um noticia sobre o facto de Portugal estar acima da média da União Europeia em assinaturas de serviços de streaming.

É óbvio que estamos a viver numa situação pandémica e que a melhor forma de nos distrair é estar no telemóvel, computador, etc. No entanto devíamos arranjar outra formas de passar o tempo pois podemos acabar por ficarmos viciados.

transferir.jpg

 

10
Jun21

O desenvolvimento das Relações

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Hoje irei falar sobre a importância das relações precoces na construção do eu.

As relações precoces são relações recíprocas que tem por base o conjunto de comportamentos(chorar, sorrir, vocalizar, agarrar e gatinhar) que nos primeiros tempos de vida permitem estabelecer a ligação afetiva entre crianças e quem dela cuida.

Um dos grande estudos da importância das relações precoces é o caso de Cindy e Karine, duas irmãs gémeas que vivem desde os seus 2 anos com uma família de acolhimento visto que os seus pais biológicos não tinham condições, principalmente psicológicas para ficar com elas. A mãe era descrita como “alcoólica, deprimida e instável”, sendo que o pai era “muito imaturo e um pouco ausente”.

Apesar destas irmãs terem sido cridas pela mesmas pessoas e da mesma forma são bastante notáveis as discrepâncias entre elas. Cindy era uma adolescente muito social, alegre com vários amigos e que tinha um bom desempenho escolar sem se esforçar. Esta prefere estar a fazer atividades desportivas e conviver com os amigos do que participar nas visitas com os pais, sendo que Cindy raramente falava neles.

No entanto, Karine é uma adolescente problemática, reservada e segundo a família de acolhimento “fingida”, que não revela interesse nos seus estudos e que não tem muitos amigos. Ao longo dos anos este quadro clínico foi-se acentuando levando assim a uma consulta psicóloga.

Deste modo podemos ver como as pessoas lidam com as mesmas situações de formas diferentes e como isso afeta a saúde mental de uma pessoa , pois estas gémeas passaram pelas mesmas situações no entanto desenvolveram características/ personalidades totalmente diferentes.

Após este exemplo podemos concluir que as relações que nós estabelecemos com as pessoas são bastante importantes para a formação do nosso caráter pois é através das situações que nós vivemos com as pessoas que nos rodeiam que vamos aprendendo e desenvolvendo a nossa personalidade.

08
Jun21

A Música e o seu Sentimento

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Hoje irei falar sobre a música e os benefícios que ela tem para nós e referir alguns dos meus gostos pessoais para ficarem a saber um pouco mais de mim.

            A música é muito contestada devido às suas fortes conotações e ao seu uso além do assunto em si. Pode ser considerada, por exemplo, uma forma de arte da expressão pela combinação de sons e silêncio.

Ouvir música é considerado uma boa opção para tentar lidar com as emoções e até mesmo controlá-las, principalmente quando há dificuldades de expressar e comunicar o que se está pensando e sentindo.

Geralmente, nós escolhemos músicas que combinem com o nosso estado emocional atual (o que pode nos manter em um estado de tristeza, raiva ou ansiedade, dependendo da situação, por mais tempo que o necessário) ou que nos possam ajudar a mudá-lo para melhor. Para tornar essa atividade mais benéfica para a mente, muitos psicólogos sugerem que se vá alteram o estilo musical que se estiver ouvindo no momento.

Pessoalmente, o meu estilo preferido é o pop.  A música pop é eclética, e muitas das vezes inclui elementos de outros estilos, como o dance, rock, música latina, soul e até mesmo o country.

Os meu artistas preferidos tanto a nível do pop como em geral são: o Shawn Mendes e a Taylor Swift.  Shawn é um cantor, compositor e modelo canadense que já lançou quatro álbuns de estúdio, realizou três turnês mundiais como artista principal e recebeu vários prêmios. Taylor é uma cantora e compositora norte-americana e as suas composições geralmente concentram-se na sua vida pessoal e recebem elogios e críticas por parte do público.

No entanto, ultimamente tenho ouvido bastante uma artista chamada Olivia Rodrigo que ficou há pouco tempo conhecida através de duas séries que participou na Disney. Porém ganhou ainda mais reconhecimento assim que ela começou a lançar as músicas do seu primeiro álbum com apenas 18 anos de idade.

Vou ainda deixar aqui uns links de uma das músicas que eu mais gosto de cada artista que eu falei.

 

04
Jun21

O gosto pelo Leitura

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Hoje irei falar sobre livros e a relação que os jovens têm hoje em dia com a leitura. Neste post também irei referir alguns dos meus livros preferidos e o seu respetivo género e ainda irei contar-vos como comecei a gostar de ler.

Bom irei começar por explicar como comecei a ler e a ganhar gosto pela leitura. A minha irmã mais velha, chamada Inês, gosta muito de ler sendo assim decidiu ir para Humanidades de Literatura no 10º ano. Foi a partir desse momento que ela começou a comprar bastantes livros para ler. No entanto eu ainda não tinha qualquer gosto pelos livros principalmente peplo facto de ainda estar a frequentar o 6º ano. Á medida que ela foi comprando cada vez mais eu ia começando a ler os que ela já tinha lido. Comecei por ler uma das primeiras coleções, se não a primeira, de uma autora chamada Nora Roberts que inclui os seguintes livros: “A Cruz De Morrigan”, “O Baile Dos Deuses” e “O Vale Do Silêncio”. Essa trilogia é sobre uma batalha entre as forças do bem e do mal, de um lado Lilith, a vampira mais poderosa do mundo e do outro a deusa Morrigan, que fará de tudo para a travar com o seu círculo.

Para quem gosta de livros de ficção são ótimos livros para ler, no entanto apercebi-me que esse estilo talvez não fosse o que eu mais gostava. Depois continuei a ler mais livros com estilos variados e os que mais gostei foram de romance.

No que diz respeito a romance, lembro-me do “se eu ficar”, seguido de “espera por mim”, por Gayle Forman que depois ambos foram adaptados para filmes.

Os livros que mais gostei de ler foram “Aparição” e “Nome de Guerra”, ambos de romance. “Aparição” é um livro de Vergílio Ferreira  que fala sobre um triangulo amoroso formado por Alberto, um professor de Português, Sofia, uma das suas alunas e filha de um colega de Alberto e ainda Carolino, o namorado de Sofia e aluno de Alberto. O livro acaba com a morte de um dos elementos do triangulo.

“Nome de guerra” é o único romance que foi escrito por Almada Negreiros, que nos faz refletir sobre a inevitabilidade do destino e a importância do exercício das vontades próprias. Apresenta como tema principal a luta entre a personalidade do protagonista e as normas que a sociedade lhe impõe, à medida que este procura quebrar o ciclo de uma espécie de prisão interna.  

Nos dia de hoje grande parte dos jovens não gostam de ler pois muitas das vezes quando leem são obrigados a ler por causa da escola e livros que por vezes nem gostam. Na minha opinião a melhor forma de uma pessoa despertar o gosto pela leitura é começar com livros que lhe chamem a atenção e que sejam relativamente pequenos, assim evitam parar o livro a meio por falta de interesse ou por ele ter demasiadas páginas.

17876847_IjfTz.jpeg

 

 

  

24
Mai21

O Equilíbrio Emocional

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Hoje irei falar sobre as Emoções e a extrema importância das mesmas para as relações humanas.

            As Emoções são um padrão de reação complexo, transitório, brusco e agudo, através do qual um individuo tenta lidar com um evento ou um assunto pessoalmente significativo. Envolve elementos fisiológicos, cognitivos e comportamentais. É frequente distinguir-se emoções primarias (manifestadas e reconhecidas universalmente entre culturas, como o medo, por exemplo) de emoções secundarias (dependentes de experiência social para a sua construção como os ciúmes, por exemplo).  

            Muitas das pessoas costumam confundir as emoções com sentimentos sendo que as emoções são algo que as outras pessoas conseguem observar em nós enquanto que os sentimentos são uma experiência mental privada, ou seja, só nós é que nos apercebemos deles.

Um dos grandes exemplos dos estudo das emoções é o caso de Gary e Mary Jane Chauncey, um casal que era bastante dedicado à sua filha de 11 anos, Andrea. Certo dia esta família decidiu fazer uma viagem de comboio, porém acabaram por ter um acidente que pôs em risco a vida da filha e dos mesmos. Contudo, o instinto paternal e o amor que sentiam pela filha fez com que o casal fizesse de tudo para lhe salvar a vida, uma vez que esta se encontrava debilitada, numa cadeira de rodas por causa de uma paralisia cerebral.

Após terem conseguido tirar a filha de dentro da carruagem que já se encontrava meio submersa, deixaram-na nas mãos dos salvadores. Depois, a carruagem desapareceu sob as águas, e eles morreram.

Através deste caso podemos ver que às vezes o nosso emocional se sobrepõe ao lado racional porque afinal de contas para o casal a vida da sua filha era mais importante para eles do que a própria sobrevivência pessoal.

Desta forma, podemos concluir que as emoções tem um papel bastante importante na nossa vida. Estas contribuem para criar laços entre as pessoas, condicionam escolhas e decisões e ainda são capazes de alterar o comportamento em certas pessoas pois, muitas das vezes reagimos impulsivamente sem dar-mos grande importância à parte racional, e sim à parte emocional.  

12
Mai21

Uma viagem pelo Subconsciente

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais um post aqui no Blog. Hoje irei falar sobre a Memória e a importância da mesma, relembrando-me de alguns momentos marcantes da minha vida.

A memória é a capacidade de adquirir, armazenar e recuperar informações disponíveis no nosso cérebro. Esta é o armazenamento de informações e factos obtidos através de experiências vividas e ouvidas. Foca-se em coisas especificas e requer uma grande energia mental, deteriorando-se ao longo dos anos. É um processo que conecta pedaços de memória e conhecimentos a fim de gerar novas ideias, ajudando a tomar decisões diárias. Deste modo, podemos ver que a nossa memória é bem mais importante do que o que nós supomos.

Existem três tipos de memória: a memória sensorial, a memória de curto prazo e a memória de longo prazo. A primeira memória que me recordo é da minha entrada para o infantário, em 2006. Lembro-me vivamente do nervosismo que eu sentia naquele dia, pois sabia que era algo que eu não estava acostumada. Após o toque de entrada a minha mãe  deixou-me aos cuidados da funcionária, a Dona Lúcia.

Quando entrei na sala observei a minha mãe a ir embora sem mim o que me deixou com um certo desespero. Comecei assim a chorar e a pedir à minha professora Margarida para chamar a minha mãe, pois eu queria ir embora para casa. A minha professora explicou-me calmamente que a minha mãe iria estar à minha espera no portão no final do dia, no entanto, eu continuei a chorar e acabei por agredir levemente a funcionária fazendo assim com que ela ligasse à minha mãe para me ir buscar.  

Por outro lado, gostaria de ter mais memórias do meu avó que acabou por falecer, também em 2006, sendo que as únicas coisas que me fazem recordar dele são fotos, vídeos, algumas descrições que os membros da minha família fazem e poucos flashbacks que me ocorrem de vez em quando. Como exemplo, lembro-me de estar sentada no sofá que supostamente era o lugar dele, porém eu adorava sentar-me lá a ver televisão e sempre que ele passava à minha frente brincava comigo, tentava-me fazer cócegas e oferecia-me bombons.

Estes foram alguns momentos de que eu nunca me irei esquecer, e que guardarei com todo o carinho na minha memória e no meu coração, pois foram bastante importantes e marcantes na minha infância/vida.

“A memória guardará o que valer a pena. A memória sabe mais de mim do que eu; e ela não perde o que merece ser salvo.”- Eduardo Galeano.

30
Abr21

O Inicio de uma História

Catarina Monteiro

Olá a todos, sejam bem-vindos ao meu novo blog “Unfiltered”.

Chamo-me Catarina Monteiro e neste blog irei apresentar diversos temas relacionados com o nosso dia a dia, referindo alguns assuntos atuais sejam eles de caráter divertido ou sério.

Posso-vos dizer que estou muito ansiosa e feliz para começar este novo projeto e pra poder partilhar tudo com vocês.

Assim sendo espero que possa contar com a vossa presença no próximo post.

Sobre mim

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • s o s

    a leitura deste post transformou-me para pior, nao...

  • Anónimo

    Parabéns por esta reta final do secundário! Será u...

  • Anónimo

    É verdade que essa fase da vida nunca mais se repe...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub